Quinta, 04 Agosto 2022 12:49

AGOSTO LILÁS: VIOLÊNCIA CONTRA MULHER É CRIME

AGOSTO LILÁS: VIOLÊNCIA CONTRA MULHER É CRIME

Agosto é um mês importante, além de ser o mês para reforçar a importância da amamentação (Agosto Dourado), agosto também é voltado para o enfrentamento à violência doméstica contra a mulher (Agosto Lilás). 

Por isso, já está "no ar", no site da Prefeitura de Jardinópolis/SP, um canal direcionado à denúncia de violência contra a mulher e à orientação sobre o Ligue 180: http://jardinopolis.sp.gov.br/.../denuncia-de-violencia.../

Hoje (04/08), a Lei nº 4882/2022 foi publicada com o intuito de dar início a essa Campanha no Município. 

A Lei em questão é de autoria da vereadora Dalva Siqueira e sancionada pelo Prefeito Municipal.

"O presente projeto visa instituir no âmbito do município de Jardinópolis, a Campanha “Agosto Lilás”, a ser realizada, anualmente, durante o mês de agosto, com objetivo sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher.

O tema é de extrema relevância, tendo em vista que precisamos estimular as reflexões sobre o combate à violência contra as mulheres, a importância e o respeito aos direitos humanos e orientar sobre a necessidade de denunciar os casos de violência vivenciados estando conscientes de seus direitos e deveres.

A cada 15 segundos uma mulher é agredida no Brasil, e a cada uma hora e meia uma mulher é vítima fatal. Além disso, de acordo com dados oficiais, em 2019, o Brasil registrou 4.473 homicídios dolosos contra mulheres, comparando ao ano anterior, teve um aumento de 6,5%.

Importante destacar que o projeto prevê realização de companhas educativas bem como sua divulgação e as ações preventivas. Expressando para a sociedade em geral que violência contra a mulher é crime e, especificamente, para jovens e adolescentes, que toda mulher tem direito a viver uma vida sem violência e digna.

Segundo o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a quantidade de denúncias de violência contra as mulheres recebidas no canal 180 cresceu quase 40% neste período de isolamento. Levantamento da série de reportagens “Um vírus e duas guerras” apontou que os casos de feminicídio no País aumentaram em 5% em relação a igual período de 2019. Nos 20 estados analisados, a média observada foi de 0,21 feminícidios por 100 mil mulheres. (...) (PORTALCORREIOS, 2020).

Assim sendo, teremos um mês específico no ano para potencializar essas medidas, que é o objeto da presente proposição na ocasião da Campanha Agosto Lilás.", justificativa do Projeto. 

Não se cale: violência contra a mulher é crime!